Policial Militar sofre tentativa de estupro coletivo

Publicado em: 13 de junho de 2017

Uma policial militar sofreu uma tentativa de estupro coletivo por cinco jovens na madrugada do último sábado (10). Ela, que também é motorista da Uber (clique aqui e saiba mais sobre o salário dos militares capixabas), seguiu até uma delegacia de Vila Velha sem que o grupo percebesse.

A motorista levou um casal até o bairro Paul, em Vila Velha  por volta das 4h30 e quando deixou os passageiros no destino, um grupo de cinco jovens entrou no veículo da militar pedindo uma corrida.  A motorista afirmou que não poderia atender o grupo, mas os jovens começaram a dizer frases com ameaças.

Em depoimento, a motorista contou que manteve a calma e aceitou levá-los até o bairro Jardim Marilândia, também no município de Vila Velha. Mas, no meio do caminho, os cinco jovens começaram a falar palavras obscenas para a motorista e a ameaçaram de estupro, dizendo que os cinco iriam estuprá-la e que ninguém pagaria a corrida.

A policial militar se manteve quieta durante todo o trajeto e seguiu sem que os suspeitos desconfiassem para a 2ª Delegacia Regional de Vila Velha. No local, pediu apoio e policiais militares abordaram o grupo e, com eles foram encontrados três aparelhos celulares, sendo que dois são frutos de roubo.

O delegado entrou em contato com as vítimas, que disseram ter sido roubadas uma no mês de maio e a outra em abril. Elas foram chamadas à delegacia para reconhecer algum deles  como autor dos roubos. O grupo foi autuado por receptação e importunação ofensiva ao pudor. Os cinco negaram as acusações e contaram que falavam sobre meninas com as quais eles ficaram em um baile funk e que a motorista se sentiu ofendida. No entanto, o delegado afirmou que não acreditou nessa versão.