BME voltará em 2019

Publicado em: 29 de novembro de 2018

O Batalhão de Missões Especiais (BME), voltará no primeiro semestre de 2019. Quem garante é o secretário de planejamento do governo de Renato Casagrande , o policial federal aposentado, Álvaro Duboc que também afirmou em um jornal matutino que a sensação de insegurança da população é muito grande desde que o BME foi desmembrado (após o movimento de fevereiro de 2017), e substituído pela Companhia Independente de Missões Especiais (Cimesp).

“O BME volta, talvez não consigamos de forma imediata, a partir do primeiro semestre, retornar o BME, mas certamente a partir do primeiro semestre nós já teremos condições de retornar, porque nós precisamos verificar a recomposição do efetivo que foi distribuído para os batalhões”, disse em entrevista.

O futuro secretário de planejamento também explicou que é preciso ter uma estrutura especializada para enfrentar situações que fogem da rotina do policiamento, como uma situação com reféns ou atentado com bombas, e que deve haver treinamento qualificado para os policiais militares.

“Precisa de uma estrutura que tenha capacidade e treinamento qualificado  para poder responder a este tipo de delito”, disse.

Vale a pena relembrar que o governador eleito, Renato Casagrande afirmava no período de campanha que tinha o enorme desejo de voltar com o BME se eleito fosse. Em conversa com os militares que são beneficiados pelo Fundo de Amparo aos Militares Capixabas (FAMCAP) e também com a diretoria do Fundo Renato Casagrande também afirmava que iria rever todos os processos administrativos e assim, tanto o retorno com o BME e a anistia administrativa seriam feitos em seu governo.

 

Associe-se à ACSPMBMES, clique aqui!

Produção: Mary Dias  (assessoriadeimprensa@acspmbmes.com.br).