ACS repudia soltura do possível assassino do Sd André Monteiro por falta de denúncia do MPES

Publicado em: 8 de agosto de 2017

A Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiros Militar do Espírito Santo vem a público externar a sua indignação e seu repúdio quanto à soltura de Wanderson Vasconcelos Dossi, indiciado por ser autor do latrocínio que vitimou o sd André Monteiro, no dia 15 de fevereiro, na Serra.

Este crime teve repercussão na mídia, à época e a soltura desse indivíduo é a representação mais cínica de uma cultura de desvalorização do Policial Militar capixaba.

Cabe destacar que a Delegacia de Segurança Patrimonial concluiu o inquérito no dia 23 de fevereiro e apontou Wanderson como autor do crime. O IP foi encaminhado ao Ministério Público que não ofereceu denúncia dentro do prazo legal e, por isso, teve a sua prisão preventiva revogada.

A Associação de Cabos e Soldados espera que o réu volte para a prisão, pois caso contrário, a impunidade será um argumento que alimentará mais e mais casos de violência contra os policiais militares.

A ACS se solidariza com os familiares e amigos do Sd André Monteito que carregam a perda irreparável deste militar que fica ainda mais forte quando se depara com a inoperância da justiça.