ACS doa cestas básicas ao Instituto de Aprendizado Militar do Espírito Santo

Publicado em: 7 de Janeiro de 2018

O 2º secretário da ACS, Cabo Guimarães e a assistente social da entidade Luana Torres Cabral entregaram neste sábado (06) cestas básicas para o Instituto de Aprendizado Militar do Espírito Santo (IAMES), que fica no município da Serra. O instituto atende crianças em situação de vulnerabilidade social que recebem aulas de matérias curriculares, Educação Física e preparo militar.

As cestas básicas foram montadas pela Associação de Cabos e Soldados com os alimentos que foram arrecadados no 1º Fórum Capixaba de Cidadania dos Militares Estaduais ocorrido em 2017. Na ocasião foi arrecadada quase uma tonelada de alimentos no evento que contou com a presença do presidenciável Jair Bolsonaro e teve um público de 800 participantes.

Segundo o 2º secretário, Cabo Guimarães , a doação realizada para o IAMES tem um significado muito especial para a ACS porque muitos dos adolescentes e jovens do instituto se espelham no Policial Militar e sonham com esta profissão.

“Demos uma destinação correta aos alimentos arrecadados porque muitos alunos do IAMES precisam deste tipo de suporte. Esta não será a única ação que a ACS realizará com o Instituto. Já estamos combinando com o comandante do IAMES uma atividade com os recrutas no clube recreativo de Jardim Camburi. É muito importante incentivar e apoiar projetos como este que tiram adolescentes e jovens das ruas”, afirmou Guimarães.

Para o comandante Catrinque, a doação das cestas básicas foi muito importante porque trabalham com crianças e famílias que precisam. “Estes alimentos irão alcançar a casa destas crianças e também serão utilizados aqui na escola porque fornecemos almoço para eles e é através de doações que alimentamos os recrutas. Então sempre pedimos doações de alimentos aos comerciantes próximos, o bairro também nos ajuda com a proteína e para nós é de suma importância. Estamos muito felizes com esta doação”, falou o comandante.

O IAMES existe há cinco anos e atende adolescentes e jovens com idades entre 12 e 18 anos, mas o comandante  diz que também recebe aluno recruta com dez anos de idade, abrindo exceção estatutária. “Muitos pais me procuram e pedem para que aceitemos seus filhos no IAMES. Muitos destes pais já perderam o controle e as rédeas dos seus filhos que apresentam comportamentos inadequados e até envolvimento com coisas ilícitas. Mas aqui dentro eles aprendem a disciplina, regras militares, matérias curriculares, resistência física e acima de tudo, resgatamos a dignidade destes recrutas e os ensinamos valores que foram perdidos com o tempo como respeitar os pais, pedir bênção, chamar de senhor e senhora”, diz.

Atualmente as atividades do IAMES acontecem somente aos sábados no centro comunitário do bairro Eurico Sales, na Serra, das 7h20 até as 16 horas.  Além dos valores e a disciplina o IAMES prepara os jovens para concursos em escolas militares Brasil a fora.

“Todos sairão daqui um cidadão melhor. Além das atividades aos sábados, fazemos visita às famílias, vamos até a escola deles e monitoramos os recrutas. É um trabalho que também deve ser abraçado por todos os pais”, afirma Catrinque.

Reportagem: Mary Dias